quarta-feira, 5 de julho de 2017

MAIS SOBRE O PROPÓLIS
Jefferson Hiago Santos21:51:00 0 comentários

Olá pessoal, tudo bem com vocês? Hoje irei falar sobre o Própolis.

Você já deve ter ouvido falar dos benefícios do propólis, ainda mais quando associado a gripe ou ação anti-iflamatória, mas você sabia que existem muito mais beneficios? Nesse artigo irei mais além, vamos abordar de forma mais completa.



A Própolis é uma resina que as abelhas coletam de Brotos vegetais para proteger a colméia de bactérias e diversas doenças.  Tem sido usada na Medicina alternativa para curar infecções por centenas de anos. Vários estudos descrevem algumas funções, dentre elas: Antibacteriano, antifúngico, antiviral, antitumoral e antiinflamatório. 

Composição:

   Já foram identificadas mais de 200 substâncias em  própolis  de diferentes  localidades,  incluindo ácidos fenólicos, flavonoides, ésteres, diterpenos, sesquiterpenos, lignanas, aldeídos aromáticos, álcoois, aminoácidos, ácidos graxos, vitaminas e minerais. 
   É usada para tratamento de aftas e infecções causadas por bactérias, vírus, fungos e protozoários. Também pode ser usada de forma eficiente para estimular o sistema imunológico; Tratamento de problemas gastrointestinais (Somado infecção causada por H. Pylori), disbiose; Utilizada para limpeza e cicatrização mais rápida de feridas e queimaduras menores. 
  A propriedade antimicrobiana da própolis foi amplamente investigada. O própolis pode atuar diretamente em microorganismos ou pode estimular o sistema imunológico e posteriormente ativar os mecanismos envolvidos na matança de microorganismos.
    Estudos demonstram a atividade antibacteriano do própolis e seus beneficios contra várias bactérias, incluindo A. actinomycetemcomitans, F. Nucleatum, P. gingivalis e P. intermedia, espécies Freqüentemente associado a patologias na cavidade oral (periodontites destrutivas).


 A qualidade da composição varia de acordo com a origem de extração, o propólis orgânico (Extraido de regiões com vegetações livres de agrotóxicos e fertilizantes quimicos) se mostrou mais eficiente por apresentar efetivamente os componentes ativos e nutricionais.

Uso:

    A dosagem e formas de uso devem ser prescritas por profissional habilitado de acordo com a individualidade. Existem várias formas de encontrar esse produto, a mais comum é o extrato diluído em álcool. Em adultos, em geral a dose indicada é de 20 a 30 gotas, porém pode variar dependendo do plano alimentar. Se é alérgico a abelha evite o uso. 


REFERÊNCIAS

DE-MELO, A. A. M.; MATSUDA, A. H.; FREITAS, A. S.; BARTH, O. M.; MURADIAN, L. B. A. Capacidade antioxidante da própolis. Pesq. Agropec. Trop., v. 44, n. 3, p. 341-348, 2014.

F.A Santos, E.M.A Bastos, M Uzeda, M.A.R Carvalho, L.M Farias, E.S.A Moreira, F.C Braga. Antibacterial activity of Brazilian propolis and fractions against oral anaerobic bacteria. Journal of Ethnopharmacology, Volume 80, Issue 1, 2002

FULIANG, H.U; HEPBURN, H.R; YINGHUA, L; CHEN, M; RADLOFF, S.E; DAYA, S. Effects of ethanol and water extracts of própolis (bee glue) on acute inflammatory animal models. Journal Ethnopharmacology, v.100, p.276-283, 2005.

J. M. Sforcin, “Propolis and the immune system: a review,” Journal of Ethnopharmacology, vol. 113, no. 1, pp. 1–14, 2007.


Sforcin, J. M. Biological Properties and Therapeutic Applications of PropolisPhytother. Res.30894905, 2016.








Sobre o autor Nutricionista formado pela universidade Federal de Sergipe, Atendimento Ambulatorial e domiciliar Facebook ou Twitter

0 comentários